sábado, 16 de janeiro de 2010

Dia #06 e #07

Igreja da Pampulha


Sexta-feira foi mais um dia derrotado por conta da viagem, chegamos 9hs da manhã e só dormi, o dia todo. Não teve treino, mas foi bom para descançar e responder mais 1milhão de perguntas do Serginho, hehehehehehe.
E o descanço foi muito bem vindo, afinal no outro dia o pedal foi monstro, sábado de manha combinamos de encontrar com a Alex e ir pedalar no famoso pelotão da Pampulha, e assim foi. O pelotão é o seguinte, os ciclistas se reunem para sair e fazer três voltas de 18km cada uma, sendo que a primeira volta todos os ciclistas pedalam juntos só pra aquecimento mesmo já as outras duas os grupos se dividem em pelotão A, B, C... cada um desses tem um ritmo, o A costuma ser o mais forte com velocidade livre, o B a velocidade média costumar ficar em torno dos 42km/h o C na casa dos 36km/h e assim vai indo.
Bom até chegarmos na Pampulha foram mais de 20km, fizemos a primeira volta juntos e resolvi tentar ir no pelotão A pra ver como ia ser, na pior das hipóteses eu esperava o pelotão B se fosse necessário, mas não precisou mesmo. Até a metade da segunda volta fui acompanhando, até que chegou minha vez de puxar, aí o jeito foi fazer força. Fui pra frente do pelote como uns nove ciclistas e eu, abaixei no clip e desci a bota. Completei a segunda volta puxando e olhei para trás e só tinha eu e mais três, auuuuuuuuuu, tô voltando!!!!!!! A terceira volta não foi muito diferente, puxei quase que a volta toda e chegamos, nú as pernas estavam ardendo absurdo, hehehehehehe. Não tinha acabado ainda, afinal tinha que voltar para casa e pedalar mais de 20km de novo e lá fomos nós. No final do treino foram nada mais nada menos que 104km rodados, foi muito bom mesmo. Quem for para BH não pode deixar de ir pedalar na Pampulha é bom demais.
Depois de tanto sol na cabeça deu aquela moleza e depois do almoço e de fazer um trato com o Serginho de não poder falar a palavra porque mais, dormi mais de uma hora direto. No final do dia pegamos o ônibus e viemos de volta para Uberlândia.
Depois de uma semana como essa só tenho que agradecer e agradecer muito ao principal respónsavel por tudo isso, Cristiano (Big) valeu de mais e pode ter certeza que sempre que eu cruzar a linha de chegada nas provas vou me lembrar da força que você deu nesse início de ano, muito obrigado irmão, agora quero saber se você está correndo hein, manda notícias depois.
Agradecer muito também a Senhora Marília por ter nos recebido tão bem em sua casa, muito obrigado mesmo. E dizer que foi um grande prazer conhecer todas as pessoas que tive a oportunidade de encontrar nessa semana, entre elas a Lili, uma pessoa de tirar o chapéu de tão fina, simpática e prestativa, grande beijo Lili.

Pessoal essa foi minha primeira semana do ano, espero que tenham gostado da forma como contei, tentei me expressar da melhor forma possível e mostrar o quão bom foi essa aventura que não teve planejamento nenhum mas que deu tudo muito certo.

Flavinha agora é treinar, treinar e treinar de volta no "Berlandão", hehehehehe. Valeu de mais a companhia.


Abraço a todos!!!!

2 comentários:

  1. E ai Rafael muito bom seus posts, muito legal essa história pedalar com ciclistas de verdade não é fácil semana passada tive essa experiência mas não fui tão bem sucedido hehe, vou acompanhar suas histórias mais seguidos.
    Abraço e tri na veia
    Michel Fontoura-RS-Pelotas
    http://michelfontoura.blogspot.com/
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Michel muito obrigado.
    Seus textos também são muito bons, gostei.
    Ei mas você fez um treinasso, tirando as dores você foi muito bem sucedido, parabéns.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir